Quem são os brasileiros obrigados a declarar o Imposto de Renda

maio 27, 2020 Geraldo 0

Os brasileiros que são obrigados a declarar o Imposto De Renda Para Pessoa Física estão ansiosos para saber todas as informações sobre o cronograma IRPF 2021. No artigo de hoje vamos falar um pouco sobre esse assunto para você entender como funciona o cronograma IRPF 2021.

O Imposto De Renda Para Pessoa Física é um tributo que alguns brasileiros devem pagar obrigatoriamente ao Governo Federal. Essa cobrança é feita apenas uma vez por ano e ela significa que uma parte do dinheiro que você ganhou com os seus rendimentos vai para o governo.

As declarações de imposto de renda das pessoas físicas em 2018 só foram obrigatórias para os cidadãos que receberam rendimentos superiores a R$ 1.903,99 no mês, ou seja, isso significa que apenas quem ganhou acima desse valor deve fazer a declaração.

Para entender melhor como funcionam essas declarações, ler esse artigo vai te ajudar muito.

Quem precisa declarar o IRPF?

Nem todos os cidadãos brasileiros devem fazer a declaração do Imposto De Renda e anualmente este valor é ajustado. Em breve, atualizaremos todas as informações referentes a 2021.

A tabela do Imposto De Renda não vem sendo atualizada desde 2015, ou seja, desde então esse valor não sofreu nenhuma alteração.

Pode ser que até 2021 ocorra ainda alguma alteração no cronograma IRPF 2021 e em seus valores. Enquanto isso não acontece, você pode conferir as seguintes informações sobre quem deve declarar:

  • Pessoas que ganharam rendimentos de até R$ 1.903,98 mensais não precisam fazer a declaração;
  • Pessoas que ganharam rendimentos de R$ 1.903,99 a R$ 2.826,65 devem declarar e pagam uma alíquota de 7,5%;
  • Pessoas que tiveram rendimentos de R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05 devem declarar e pagar uma alíquota de 15%;
  • Pessoas que tiveram rendimentos de R$ 3.751,06 a R$ 4.664,68 devem declarar e pagam uma alíquota de 22,5%;
  • Pessoas que tiveram rendimentos maiores que R$ 4.664,68 devem declarar e pagam uma alíquota de 27,5%.

Você tem direito a Restituição do IRPF?

Um dos tópicos presentes no cronograma IRPF 2021 diz respeito a restituição do Imposto De Renda. Muitos cidadãos brasileiros já ouviram falar sobre esse tema, mas não sabem ao certo o que significa.

Todos os anos, a Receita Federal, através do seu sistema, verifica todas as deduções dos seus contribuintes e checa se elas foram referentes a gastos com despesas médicas, com dependentes, entre outras.

Se for constatado que sim, o sistema determina que sejam aplicados descontos nessa declaração, podendo resultar em algum dinheiro que esses contribuintes poderão receber.

Cronograma IRPF 2021

Ainda não foi publicado oficialmente o cronograma e o calendário referente ao IRPF de 2021. Consulte o IRPF 2021 e o seu cronograma!

Lote Data Remuneração Selic Declarações transmitidas até:
1 15/06/2018 Não informada Prioridades
2 16/07/2018 Não informada  
3 15/08/2018 Não informada  
4 17/09/2018 Não informada  
5 15/10/2018 Não informada  
6 16/11/2018 Não informada  
7 17/12/2018 Não informada  

O cronograma pode ser consultado nessa página.

Geralmente, essa declaração é feita no meio do ano. Todo o processo de declaração é feito de maneira online através do programa da Receita Federal. Você poderá acessar e baixar através desse site.

Escolha a opção para fazer o seu download, espere o programa baixar e preencha todas as informações necessárias.

Para consultar informações sobre o seu imposto, você deverá visitar o site oficial da Receita Federal.

Carros Altos

10 CARROS IDEAIS PARA QUEM GOSTA DE CARRO ALTO

maio 13, 2020 Geraldo 0

Para quem é fã de carro, vale mencionar que existem diversas modalidades organizadas especialmente para agradar cada tipo de público. Se você prefere os carros altos, saiba que existem diversos modelos que podem ser perfeitos para você. Quer saber mais? Confira a seguir 10 carros ideias para quem gosta de carro alto.

Carros Altos
Carros Altos

Kicks

O Kicks é um dos modelos mais indicados desta categoria da marca Nissan.  O Kicks 2021 pode ser um dos mais econômicos da modalidade de carros altos.

Hyundai Creta

O Hyundai Creta 2021 dispõe de um visual muito moderno, tecnologia interna e conforto para os passageiros. O carro possui 1635 mm de altura.

Land Rover

Para quem preza, não somente pelo visual do veículo como também pelo espaço que ele proporciona, pode apostar na Land Rover. Além de ser um modelo alto, pronto para terrenos difíceis, dispõe de muito espaço interno.

Nissan Sentra S

A Nissan tem diversos modelos que são destaques em outras categorias, mas para os veículos altos, o destaque é do modelo Sentra S. A versão de 2018 do carro é uma das mais altas da marca.

Honda WR-V EXL

A Honda também não fica de fora, tendo o modelo Honda WR-V EXL representando a modalidade de veículos altos. O carro pode até ser considerado compacto, mas possui 207 mm de distância da parte de baixo do veículo para o solo.

Ford Ka Trail

A Ford tem o modelo Ka Trail para representar a marca na modalidade de veículos mais elevados. O carro também irá dispor de muito espaço interno e inclusive, na mala.

Fiat Uno Way

Para quem acha que a Fiat só proporciona qualidade para os veículos baixos, vale lembrar que o Uno Way dispõe de 190 mm de distância entre a arte de baixo de o carro e o solo. O modelo é ideal para quem tem uma família grande e precisa de espaço.

Hyundai HB20X

Outro modelo da Hyundai que também possui altura superior a maioria dos veículos, dispondo de 206 mm entre a parte de baixo do veículo e o solo.

Renault Kwid

É Kwid é um veículo da Renault muito popular em diversos aspectos, e ele também não decepciona quem busca um carro alto para muitos tipos de terreno, seja na área urbana ou rural.

Volkswagen Gol

Para representar a Volkswagen na categoria de carros mais altos, temos o Gol. As versões mais recentes deste modelo já têm agradado em outros aspectos e para os carros altos não foi diferente.

Sem imagem

Como utilizar o Enem para ingressar em um curso de nível superior

maio 13, 2020 Geraldo 0

Nota de Corte do SISU 2021

A nota do ENEM é, diga-se de passagem, um dos pontos mais importantes para quem deseja utilizar o SISU como forma de ingressar em alguma universidade pública de qualidade no próximo ano.

Existe a Nota de Corte, que é a adoção por parte de algumas instituições de ensino participantes de uma nota mínima para a inscrição para determinados cursos oferecidos por elas aos estudantes.

No momento em que o estudante faz sua opção, ele é informado se a sua nota será suficiente para concorrer ou não àquela vaga. Caso ela não seja suficiente, o estudante poderá escolher por outra vaga em outro curso na mesma instituição, ou tentar uma vaga em outra universidade.

Outro ponto importante que o candidato deverá ter em conta é que algumas instituições participantes do SISU costumam adotar peso diferentes para as provas do ENEM, sendo que esta informação estará disponibilizada no momento em que a inscrição estiver sendo feita.

Lista de espera do SISU 2021

Considerada uma espécie de segunda chance para os candidatos que desejam ingressar numa universidade pública usando a nota do ENEM e o SISU, a famosa Lista de Espera é uma boa opção, pois representa a oportunidade de conquista de vagas ociosas por conta de desistências, falta de apresentação de documentos e perdas dos prazos.

Todas estas vagas são destinadas à Lista de Espera, e o estudante deverá fazer manifestar seu interesse em participar dela diretamente no boletim do candidato, no site oficial do SISU.

Após a chamada regular, o SISU disponibiliza para as instituições participantes a Lista de Espera, que será destinada ao preenchimento de vagas que não foram ocupadas durante a primeira chamada.

É importante deixar claro que só poderão participar da Lista de Espera SISU 2021 os estudantes que não foram selecionados na primeira opção de curso durante a chamada regular.

Seguindo as nossas dicas, você ficará bem mais perto de conseguir uma vaga na instituição do seu sonho e sairá na frente dos seus concorrentes. Caso ocorra alguma dúvida relacionada ao resultado SISU 2021 você poderá deixá-la nos comentários. Boa Sorte!

Sem imagem

Direitos dos contribuintes da Receita Federal

janeiro 23, 2020 Geraldo 0

Os contribuintes poderão conferir abaixo informações a respeito de Consultas e Restituição do IRPF – Imposto de Renda 2020 Pessoa Física.

O Imposto de Renda é o valor anual descontado do rendimento do trabalhador ou da empresa e entregue ao Governo Federal.

No Brasil a Receita Federal é responsável pela aplicação e recolhimento do imposto dos contribuintes.

Devem recolher o Imposto de Renda 2020 somente os contribuintes que obtiveram entre 01 de janeiro e 31 de dezembro de 2019 rendimentos superiores aos estabelecidos pela Receita Federal.

Os valores são reajustados todos os anos. Para a Declaração de 2016 este valor é de R$ 28.123,91.

A partir de março será possível declarar o Imposto de Renda 2020, que tem o prazo estabelecido sempre até o último dia do mês de maio. Os contribuintes que desobedecerem a este prazo pagam multa.

Alguns contribuintes têm vínculo com empresas que já retêm o imposto na fonte, o que significa que os valores devidos são descontados todos os meses na folha de pagamento do contribuinte.

Além disso, despesas, como empregada doméstica, previdência privada, gastos com educação, saúde, entre outros, podem ser utilizados no cálculo, sendo deduções do imposto.

Todos estes descontos e despesas devem ser informados na declaração, podendo gerar ao contribuinte a Restituição do Imposto de Renda.

Consulta Restituição Imposto de Renda 2020

Ao fazer sua declaração o contribuinte já tem a informação dos valores do imposto a pagar ou a ser restituído. Em caso de restituição, deve informar dados bancários para recebimento dos valores devidos.

A Restituição, porém, é paga em lotes pela Receita Federal, podendo ocorrer até o último trimestre do ano.

A ordem de pagamento da restituição obedece a seguinte ordem: primeiramente idosos (60 anos ou mais) e de contribuintes com doença grave ou portadores de deficiência física ou mental. Posteriormente os outros contribuintes recebem seus pagamentos seguindo a ordem de entrega, segundo a Receita.

É possível consultar se a restituição Imposto de Renda 2020 foi ou quando será liberada no site da Receita Federal.

Também é possível consultar sua restituição pelo ReceitaFone (ligue para 146 e selecione a opção 3), ou ainda utilizando o aplicativo para dispositivos móveis, disponível para smartphones e tablets que utilizem os sistemas operacionais Android ou iOS (Apple iPhone).

Sem imagem

Conheça os benefícios oferecidos aos servidores públicos do Brasil

dezembro 9, 2019 Geraldo 0

Muitos servidores públicos brasileiros não sabem se tem direito ou como receber o PASEP 2020. Sabendo dessas dúvidas que muitos cidadãos ainda possuem, o post de hoje será sobre como receber o PASEP 2020. Quer aprender? Então, continue conosco!

Para muitos servidores do setor público, o benefício do PASEP é considerado como o 14º salário, mas infelizmente muitos cidadãos não fazem a menor ideia de como receber o PASEP 2020. Essa falta de informação acaba fazendo com que muitos não recebam esse dinheiro.

Verifique aqui o Calendário PASEP 2020.

O benefício do PASEP é pago anualmente e depositado diretamente na conta do servidor público. O banco responsável pelo seu pagamento é o Banco do Brasil. Leia mais informações a seguir e saiba tudo sobre esse benefício que você tem direito por lei.

Como Receber o PASEP 2020

Antes de você saber como receber o PASEP 2020, vamos entender primeiro o que é esse benefício.

A sigla PASEP significa Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público.

O PASEP foi criado com o objetivo de aproximar o servidor público da instituição em que trabalha e, com isso, possibilitar a criação de um fundo de benefícios para esse servidor.

Esse fundo de benefícios criado serve para facilitar o recebimento de direitos trabalhistas pelos servidores públicos. Um desses direitos é o Abono Salarial.

O benefício do PASEP é pago pelo Governo Federal através do Banco do Brasil.

Como Receber o PASEP 2020 e Saber o Número?

Todo servidor público tem direito ao Abono Salarial chamado popularmente de PASEP. Para receber esse benefício, cada trabalhador recebe um número.

Para receber esse número e saber qual é, o trabalhador pode se dirigir até uma agência bancária e solicitá-lo ou, se preferir, pode ligar para o número 0800 726 0207.

Com esse número em mãos, o cidadão poderá consultar valores, datas de recebimento e outras informações que desejar.

Quem Tem Direito a Esse Benefício?

Abaixo vamos te mostrar todos os requisitos necessário para você saber como receber o PASEP 2020. Acompanhe e veja se preenche todos eles:

  • Para receber esse benefício, é necessário estar cadastrado no programa no mínimo há 5 anos;
  • A renda mensal do servidor público não pode ter ultrapassado 2 salários mínimos no ano anterior;
  • É preciso ter trabalhado por 30 dias (no mínimo) no ano anterior;
  • Além disso, o trabalhador deve manter suas informações pessoais atualizadas no RAIS (Relação Anual de Informações Sociais). Quem se responsabiliza pela atualização dessas informações é o órgão público no qual esse servidor atua.

Onde Sacar?

Agora que você já aprendeu como receber o PASEP 2020, é preciso saber como sacar esse dinheiro.

Para sacar o seu benefício, basta comparecer a uma agência do Banco do Brasil com o seu documento de identificação e realizar o saque, de acordo com as datas na tabela.

Sem imagem

Oportunidade de ingresso no ensino superior com a nota do Enem

novembro 18, 2019 Geraldo 0

Todos os estudantes brasileiros que desejam ter uma oportunidade de ingressar em alguma universidade pública de qualidade precisam saber o que é o SISU 2020, já que ele é o sistema que permite utilizar a nota do ENEM como forma de alcançar vagas.

Vários programas foram criados pelo governo federal com o intuito de promover uma democratização do acesso às universidades, sejam elas públicas ou particulares, e dentre estes, um dos mais interessantes é justamente o SISU.

Por despertar grande interesse atualmente, o programa será o objeto deste artigo, que buscará esclarecer todas as dúvidas sobre este programa, mostrando de maneira clara e bem definida o que ele é. Vamos ver mais!

O que é o SISU 2020?

O SISU 2020, Sistema de Seleção Unificada, nada mais é do que um programa criado pelo governo federal para facilitar o acesso a vagas de cursos de universidades públicas participantes do programa.

É um sistema informatizado que é controlado pelo Ministério da Educação (MEC), e tem como principal característica ser uma plataforma na qual as instituições públicas de ensino superior podem ofertar vagas de alguns de seus cursos mais concorridos a estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM do ano anterior.

Quem pode se inscrever?

Segundo informações oficiais sobre o programa, quem pode participar do SISU são os estudantes que participaram do ENEM na edição anterior, mas será fundamental que estes estudantes tenham obtido nota na redação que não seja igual a zero.

Como algumas instituições utilizam o critério da nota mínima para participação do processo seletivo de certas vagas, o estudante deverá se atentar se sua nota lhe permitirá participar do processo seletivo para determinada vaga (o sistema irá emitir uma mensagem no momento da inscrição avisando, caso a nota do estudante não atinja o mínimo exigido para aquele curso).

Inscrição SISU 2020

O estudante interessado em se inscrever no SISU deverá utilizar seu número de inscrição e sua senha de acesso, que foram gerados no site do ENEM, lembrando que, caso o estudante tenha se esquecido de um ou de ambos, ele poderá recuperá-los no próprio site do ENEM.

Esta inscrição só poderá ser feita de modo exclusivo pela web, diretamente no site do SISU, não havendo a cobrança de quaisquer tipos de taxas ou de outros tipos de valores referentes ao ato da inscrição.

Acesse: sisualuno.mec.gov.br.

Um ponto importante no momento da inscrição SISU 2020 será a documentação exigida do candidato, e o estudante deverá se atentar em relação a isto, além de também se atentar aos prazos e tudo mais que envolve o processo.

Sem imagem

Saiba como se torna um jovem aprendiz da Caixa

novembro 5, 2019 Geraldo 0

A Caixa Econômica Federal é o principal banco público no Brasil. É a principal ferramenta do Governo Federal de pagamentos, arrecadação de impostos e outros tipos de ferramentas para ajudar na economia. Para ingressar ou por concurso público ou trabalho temporário como Jovem Aprendiz. Saiba como a seguir.

Sabe-se da importância dos estudos para diversos fatores, e sabe-se também que muitos brasileiros não concluem o ensino básico, ensino fundamental e médio. Por conta disso, é ofertado o Encceja 2020, um exame que possibilita o estudante a obter o diploma de conclusão de nível médio.

O certificado Encceja poderá ser solicitado caso o participante obtenha um bom desempenho na prova, atingindo o mínimo necessário para conclusão de ensino. A inscrição no exame é feita de forma online e acontece uma vez ao ano.

Vagas de emprego na Caixa

Por ser uma empresa pública a contratação de novo funcionário para a Caixa acontece apenas por meio de concurso. O edital é aberto e anunciado no Diário Oficial da União, os interessados fazem a prova escrita e se aprovados são convocados para assumir o cargo de Técnico Bancário Novo.

Mas há outras formas de trabalhar neste banco em especial, infelizmente todas temporárias. Uma delas é como Menor Aprendiz, cargo ocupado por estudantes do ensino fundamental e médio.

A empresa também contrata temporários por meio de empresas terceirizadas de mão de obra e estagiário de nível superior. Mas emprego com carteira assinada apenas na Caixa.

Cargo de Jovem Aprendiz Caixa

O Jovem Aprendiz da Caixa é um cargo de contratação temporária. Pode ser assumido por um ano e com contrato renovado por igual período. Finalizados os 24 meses não poderá ser contratado.

Para ser um jovem aprendiz da Caixa é preciso:

  • Ser estudante do último ano do ensino fundamental ou ensino médio;
  • Ter entre 14 e 24 anos;
  • Não ter sido um menor aprendiz antes;
  • Não ter emprego com carteira assinada.

A função é de meio período e sempre com expediente de segunda à sexta. O funcionário temporário não pode trabalhar por mais de seis horas e sempre com a supervisão de um técnico bancário. Não pode exercer funções de alta periculosidade e tão pouco serviços bancários como abrir e fechar conta, orientar investimentos, dentre outros tipos.

Para concorrer a uma vaga de aprendiz na instituição basta se cadastrar. O cadastro pode ser feito acessando o site oficial da empresa.

Novo Concurso da Caixa

O último para a Caixa Econômica Federal aconteceu em 2004. Valia por dois anos e já foi prorrogado, perdendo a validade então em 2018. Logo, a previsão é que de fato haja um Concurso Caixa. Mas será que vai acontecer? Alguns professores de cursinhos preparatórios para concursos estão bem confiantes.

Edgar Abreu, professor da disciplina Conhecimentos Bancários na A Casa do Concurseiro, cita que um funcionário novo é muito mais barato e mais adequado para a atual situação do banco. O concurso é certo e espero, mas não com tantas vagas como antes.

O concurso envolve apenas prova teórica com as disciplinas de conhecimentos bancários, português, raciocínio lógico matemático, matemática financeira e marketing e técnicas de vendas. Estas foram as cobradas no último certame, mas podem ser modificadas de acordo com a necessidade da empresa.

Por lei o Concurso Caixa não pode realizar apenas para cadastro de reserva. É preciso escolher dentro os pólos disponíveis qual deseja atuar, mas não a agência. Tende a ser um dos concursos com maior número de inscritos nas próximas edições.

Sem imagem

Benefícios aos trabalhadores que fazem parte da Seguridade Social

outubro 9, 2019 Geraldo 0

O Seguro Desemprego 2020 é um dos benefícios que fazem parte da chamada Seguridade Social. A seguridade social está prevista na constituição federal de 1988 e promove maior senso igualitário entre as pessoas. Porém sempre há dúvidas de quem tem direito ao seguro desemprego.

Faz jus a esse benefício as pessoas que trabalharam de forma registrada e que foram mandadas embora de seus empregos sem justa causa. Os valores a serem pagos pelo banco Caixa Econômica Federal variam de acordo com o tempo que a pessoa trabalhou registrado e também quanto essa pessoa ganhava de salário por mês.

Quem tem Direito ao Seguro Desemprego

Uma das perguntas mais comuns quanto a esse benefício é: quem são os trabalhadores que tem direito a receber? Simples. Tem direito a receber os trabalhadores que comprovarem vínculo empregatício (carteira assinada) por pelo menos 01 ano (12 meses) e que não tenham sido mandados embora por justa causa.

O pagamento do benefício é feito em, no mínimo 03 parcelas e no máximo 05 parcelas, tudo depende do tempo de contribuição que você teve. Se você trabalhou 01 ano, então terá 03 meses de benefício, a partir de 1 ano e meio, terá quatro meses e depois de dois anos comprovados, 05 meses de seguro desemprego.

Nova Regra

No começo do ano de 2015, a presidente da república aprovou uma emenda que modificou o prazo mínimo para se receber o acesso ao seguro desemprego. Anteriormente, o mesmo poderia ser solicitado com apenas 06 meses de trabalho comprovado em registro em carteira. Hoje, para fazer uma nova solicitação, você precisa ter pelo menos um ano de registro. O pagamento feito pela Caixa será debitado em conta e você consegue sacar usando o cartão cidadão. Caso você não tenha um, poderá fazê-lo gratuitamente nas próprias agências Caixa.

Valor do Seguro

Os valores pagos a você não serão restituídos quando você conseguir um novo emprego, mas serão cortados se durante esse tempo de seguridade você conseguir arrumar um novo emprego. Isso acontece porque o governo entende que você não precisa mais dessa vontade de subsídio, mesmo que esse emprego ainda seja um “teste” e você não tenha a confirmação completa da vaga.

Para saber o valor do seguro desemprego a que você tem direito, observe a regra matemática de cálculo, que poderá ser aplicada para qualquer pessoa.

  • Funcionário que recebia até R$1.222,77 – multiplica o valor por 0.8;
  • Funcionário que recebia de R$1.222,77 até R$2.038,15 – multiplica por 0.5;

Funcionário que recebia acima de R$2.038,15 – receberá um valor fixo de R$1.385,91.

Sem imagem

Maranhão cai para quinto lugar entre maiores produtores de arroz do país, segundo a Conab

março 10, 2016 Geraldo 0

O Maranhão, que foi o terceiro maior produtor de arroz até 2014, caiu para a quinta posição, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) sobre a safra 2015/16, divulgados nesta quinta-feira (10). De acordo com os números, a cultura do arroz no estado deverá ter uma área cultivada de 207,8 mil hectares, 40,6% menor do que a safra passada, alcançando uma produção de 229,2 milhões de hectares, 39,7% inferior à safra 2014/15, que foi de 496 mil toneladas (no registro, o governador Flávio Dino participando da colheita do ano passado, quando prometeu mais incentivos para a agricultura).

Plantação de Arroz Maranhão

Com este desempenho, o estado ficou atrás do Mato Grosso (497,4 mil toneladas), Tocantins (551,7 mil toneladas), Santa Catarina (1 milhão 041,9 mil toneladas) e Rio Grande do Sul (7 milhões 844,2 mil toneladas).

Segundo a Conab, em Arari o arroz irrigado encontra-se em estágio de desenvolvimento vegetativo, com todo plantio executado, assim como no município de Viana. Foram detectadas nestes campos pragas como a bicheira da raiz (Oryzophagus oryzae), onde o principal dano é causado pela larva que se alimenta de raízes jovens e o percevejo-do-grão (Oebalus poecilus) onde os adultos permanecem nas plantas daninhas, principalmente no capim arroz, dentro ou fora da lavoura, e atacam o arroz no florescimento.

O arroz de sequeiro nos outros municípios o plantio ocorreu em dezembro e janeiro em decorrência das chuvas. O estádio dessa cultura encontra-se 20% germinação e 80% em desenvolvimento vegetativo. Não há relatos de infestação de pragas e doenças, e as lavouras estão 100% boas. As lavouras de arroz foram atacadas por lagartas nos municípios de Buriti, Chapadinha e Vargem Grande (e jurisdicionados), visto que em Buriti houve danos leves a moderados em aproximadamente 20% da área, enquanto em Vargem Grande, 40% da área sofreu danos leves a moderados e 10% mais severos.

No município de Chapadinha, aproximadamente 20% da área também sofreu algum dano, no entanto, não prejudicou consideravelmente o desenvolvimento da economia, pois esta conseguiu recuperar-se sem necessidade de aplicações de defensivos químicos ou mesmo controle alternativo, mas apenas os eventos de chuvas foram suficientes para controlar a praga.